5 Fases do Luto

10 | abr | 2024
fases do luto

O luto é uma experiência complexa e compreender as fases pelas quais podemos passar pode ser crucial para enfrentá-lo. As cinco fases do luto, propostas por Elisabeth Kübler-Ross, são: negação, raiva, barganha, depressão e aceitação. Essas fases não ocorrem em uma ordem rígida e podem sobrepor-se ou ser vivenciadas de maneiras diferentes por cada pessoa.

Negação: Durante a fase de negação, é comum que as pessoas se sintam atordoadas e relutantes em aceitar a realidade da perda. Essa fase serve como uma forma temporária de defesa, uma tentativa de evitar a dor intensa que acompanha a compreensão completa da perda.

Raiva: A raiva muitas vezes emerge quando a negação não é mais sustentável. Os indivíduos podem sentir raiva em relação à situação, a Deus, à pessoa falecida ou até mesmo a si mesmos. É importante reconhecer e validar essas emoções, pois fazem parte integrante do processo de luto.

Negociação: A fase de barganha envolve tentativas de negociação para reverter a perda. As pessoas podem fazer promessas a Deus ou tentar encontrar maneiras de desfazer o que aconteceu. Esta fase é uma busca pela sensação de controle em um momento em que a realidade parece esmagadora.

Depressão: A depressão no luto não se refere apenas à tristeza profunda, mas também à aceitação mais profunda da perda. Nesta fase, as pessoas podem experimentar um profundo pesar, reflexão sobre o significado da perda e enfrentamento de uma sensação de vazio.

Aceitação: A aceitação não significa esquecer a pessoa perdida ou que a dor desapareceu completamente. Em vez disso, indica uma aceitação mais serena da nova realidade. As lembranças da pessoa amada podem coexistir com a capacidade de seguir em frente e encontrar significado na vida.

A importância da compreensão do luto

Compreender essas fases ajuda as pessoas a reconhecerem suas próprias reações emocionais e a compreenderem que a experiência do luto é única para cada indivíduo. Ao saber que as emoções flutuam e evoluem ao longo do tempo, os enlutados podem se sentir mais preparados para enfrentar os desafios emocionais que surgem durante o processo.

Ao apoiar alguém em luto, é fundamental mostrar empatia e paciência. Ofereça um espaço seguro para expressar emoções e compartilhar memórias. Entender as fases do luto pode ajudar a oferecer suporte mais eficazmente, adaptando-se às necessidades emocionais do enlutado em diferentes momentos do processo.

O Grupo Athia oferece apoio às famílias enlutadas por meio do projeto Ressignificando Vidas. Há mais de duas décadas às famílias recebem visitas de nossas assistentes sociais no período pós-óbito para levar solidariedade e acompanhar a evolução do luto.

Compartilhe nas redes

Deixe seu comentário

doze − 11 =